80. Muito estranha

Acabei de me dar conta que sou uma pessoa muito estranha: o filme que tem a mais bela história de amor, para mim é Drácula. Não há mais romântico no mundo. Em um dos filmes mais engraçados que já vi, a cena que mais gosto não é engraçada... Será que tenho salvação? Mas, como já disseram antes, de perto ninguém é normal mesmo... Mesmo para mim que esqueci o celular no refrigerador???

Para não perder a viagem vejam essa cena de Harry e Sally. A mais bonita do filme, com uma das frases mais bonitas do cinema:

Harry: "I came here tonight because when you realise you want to spend the rest of your life with somebody, you want the rest of the life to start as soon as possible."

79. "Mesmo que os romances sejam falsos como o nosso, não importa são bonitas as canções" (Choro bandido - Chico Buarque)

Hoje resolvi assistir a Chico & Caetano, um antigo programa de TV que ganhei de presente de um querido amigo. Pois bem, eles começam com "Sob medida & Dom de Iludir". Aí baixou aquela psedudo inspiração para escrever (pseudo porque eu não sou como Mário, nem como Dja... Que sabem realmente escrever). Na minha família esse dom ficou para a Mona. Falar sobre a música na nossa vida. A gente sempre associa aquela música a um determinado momento. Bom ou ruim. Música marca, não é?

Me lembrei também de quando vi pela primeira vez o trailer do filme Sex and The City. Gostava de série. Achava bem interessante a vida daquelas novaiorquinas (e tem como a vida de uma novaiorquina ser "não interessante"??). De repente, de fundo a música "Forgiveness". Fiquei lembrando de quem me apresentou essa música. E lembrei não só dele, mas de várias outras músicas que recebi dele. Todas igualmente lindas. Como ele. De como a gente curtia um ao outro. Mas a vida teima em separar a gente de quem a gente gosta, não é?

Segui adiante e no meu PC, ligado no randômico, começou a tocar "Landslide". Outra bela canção, repleta de recordações. E de força. Essa aí eu repetia incessantemente para acreditar (nunca época absolutamente deprê!) que eu iria encontrar uma razão para ser feliz... O tempo passou, a música hoje tem uma significado bem mais belo (até porque, o meu lado "O Meu Mundo Caiu" não durou muito não... Só até eu tirar os pés do chão e voar... Mas isso é uma outra história, para outro post.) A pessoa que ela hoje me lembra é muito bonita. Bonita demais para deixar eu lembrar de qualquer outra coisa. Ainda vou ouvi-lo tocar essa música, ao vivo e a cores. Quem sabe ele não faz isso por mim um dia? Ele hoje mora em outro país, mas sempre que a gente pode, conversamos um pouco. Ele é uma pessoa muito legal, e um músico excepcional!

"You're so fucking special. I wish I was special. But I'm a creep. I'm a weirdo." Creep começa a tocar e eu começo a achar que esse randômico só quer me fazer lembrar de pessoas distantes. ADORO "Creep"! E adoro também o meu amigo Chico. Ele mandou essa música há algum tempo atrás. Ele é, sem dúvida, especial. Bom, eu não sei se eu sou a especial e ele o creepy da história, ou ao contrário. (Rss) Mas acho que isso hoje não faz muita diferença. Acho estamos ambos para "creepy". (Rss) Chico é um cara super correto. Que merece ser feliz. Mas tá difícil, não é companheiro? Mas é isso aí. A vida nunca é fácil mesmo.

Eita! Não é que começa a tocar "Mr. Zebra", com a Tori Amos e eu me acabo de rir lembrando de Allan "gritando" a letra e me fazendo dançar a "coreografia" com ele. Quem o conhece pode imaginar o "nível" da coreografia que eu tinha que encarar.... KKKKKKKKK Coisa de Deus que fez ele próprio (Allan, não Deus - isso é apenas uma provocação... Rss) me ligar agora? Me deu uma saudade louca dele. Pense nos olhos cheios de lágrimas. A voz embargou e o telefonema foi todo assim... Cheio de choro. E ligou só para fazer inveja! Tá em Angra, na beira da praia. Não estou lá, mas ele lembrou de mim. Na próxima vez, estarei junto. Como sempre deve ser.

Enfim, toca "Tá perdoado". Entro em ritmo de sambão, lembrando de Beto, Dja e Bene. Meus grandes amigos. Fico com eles, porque a próxima música é "Não me conte seus problemas"... Catar-se total! Mas essa aí pode trazer problemas... Apesar do título... (Essa caso, restrito a Pati, Nivando e Wal...)

Então com licença. Enquanto vocês vão assistindo ao trailer de Sex and the City abaixo, eu vou é dançar!



Só mais algumas músicas e amigos (um registro pessoal):
Tacy - "Vamos s'imbora, prum bar..."
Mona - "Quem ama bloqueia..."
Emyo - Uma brasileira
Marconinho - "Você não vale nada mas eu gosto de você..."
Walmy - Coração Vagabundo
Pati - Onde você se esconde
João (J.J.) - This love
Igor - Amor I love you
Geo - Just an ilusion



78. Let's do it

Well, I love the song. I love the movie. I love the scene.
I LOVE!
So, let's do it. Let's fall in love! (People say, in Boston, even beans do it!!!!)


About the movie you can read what I wrote here.

(Special thanks to my dear Xandi, that forgot this movie in Wal's house, and so I could watch it for the first time!)

I want to believe

Título do novo longa do Arquivo X. Assistirei. Continuo querendo acreditar. Em muitas coisas...

76. Juno

"You want more fans, I want more stage..."