133. "Meu destino não me deixar em paz"

O show dos Paralamas do Sucesso acabou de começar, aqui no Parque do Cocó. Passei a semana (mês?) dizendo que iria. E realmente até estava animada, mas hoje, após a ligação de um amigo de Salvador, vi que "não tinha perdido nada lá no Cocó", e que, mesmo sendo Paralamas, não valia a pena.

Pela TV, confirmei o que eu já sabia: primeiro o show foi aberto por uma banda medonhenta, que dava medo de ver imagine ouvir... Uma criatura que cantava música dance, tipo Simone Sampaio, mas claro que sem a graça, a presença e (principamente!) a voz de Simone. Pense em um desastre: a mulher era um pouquinho pior! Sem contar que tinha pelo menos duas vezes o meu peso (e eu, definitivamente, não sou magra!)

Enfim, como já me disse um pessoa que conheci no meu trabalho, eu nunca vou encontrar A Bahia no Ceará. Já sei. Já internalizei.

Mas eu queria pelo menos alguma coisa que eu gostasse.

Só o trabalho não basta!

PS - E como já diz os Paralamas, "tudo que eu tinha pra perder eu já perdi". A gente só caminha. Nem mais interessa onde vai dar...

132. Impossível

Hoje tentei ir ao cinema, como de costume. Estou tentando me adaptar a minha nova vida. Para inicio de conversa, não tem sessão pela manhã, o que já me deixou nada satisfeita. A primeira é (inteligentemente!!!!) ao meio-dia. Quando entrei no shopping, tive a visão de Cérbero brincando com todas as almas que no inferno se encontravam!

Decidi que a minha não seria mais uma...

Meia volta e adeus a filmes no cinema. Frenquentar essas salas só mesmo quando eu estiver visitando cidades mais civilizadas, como Salvador, Sampa ou Brasília.

PS - E para quem me perguntou, estou morando em Fortaleza!

131. Emergency

Meu amigo, totalmente consciente, colocou o seguinte papel de parede no seu iphone:




PS - Para quem não entendeu, nenhum dos dois números pertence a ele... E um é meu. Adivinhe qual...
PS2 - E que saudade desse menino...