30. Meu pai

A JANELA DA VIDA

Pela janela do apartamento 709 no Hospital Osvaldo Cruz
Eu via do lado de fora a vida passar
O tempo envolvido com o florescer das árvores
O tempo envolvido com as aves canoras
O tempo envolvido com o brilhar do Sol
Jogando pela janela pequenas gotas da vida
Que iam pouco a pouco formando cada pedra do meu colar

E dia a dia, a vida lá fora resolvia que haveria vida cá dentro
Primeiro um pássaro, depois outro foram se juntando tantos,
E eles dia a dia traziam as pedras para compor meu colar de vida
E foram chegando, entranto devagarinho
E já eram tantos que pela minha janela
Já não mais os contava. deveriam todos ser Anjos
Inundando aquele quarto com a vida existe lá fora

E, no décimo quarto dia
Eu já não sentia tanta diferença da vida lá fora
A presença das tantas orações que em todos os cantos lá fora
Se fizeram ouvir, me devolveram a vida


O COLAR DA VIDA

Um dia Deus resolveu me presentear com um colar
não um colar de meras pedras preciosas
mas, um colar de vida
de valor e brilho imensuráveis
eu, que já fora aquinhoado por ele
com uma infinidade pérolas, pérolas de filhas, pérolas de
tantos amigos, e minha pérola Vânia

Recebo agora o colar da vida
e Deus não economizou, me mandou todas as pedras preciosas.
Será que um simples mortal tem direito a tanto!

Primeiro vieram os rubis, que me metiam medo pela sua cor
vermelha, e eram tenazes teimavam em ficar

Depois chegaram as esmeraldas, lindas esmeraldas verdes me
trazendo a esperança e deixando olhar a vida entrar
devagarinho

E, como ele estava me pondo a prova, no sétimo dia
me entregou um punhando de ametistas

Aí, ele resolveu de vez que estava na hora de receber diamantes
e minha saliva fluia cristalina como as águas dos rios

Enfim, meu colar estava quase terminado
e marcado definitivamente em meu pescoço
cabe a mim cultivá-la, ele fez a sua parte

São marcas que levo para toda a vida
como um grande presente de Deus

Marconi Machado
Hospital Osvaldo Cruz - São Paulo
18/03/2007




PS - Obrigado a Deus que trouxe meu pai de volta.

29. Extra-Extra: Amélie já tem casa própria

Pois é... Nem bem nasceu, os pais já criaram uma casinha pra a Amélie... Vocês podem acompanhar o dia-a-dia dessa coisa mais linda no O Fabuloso Diário D'Amélie Poulain.

Acreditem, ela tem mais coisas a dizer do que eu próprio... Ô menina que apronta...

Bom, no mais, só mesmo a título, ãnnn, como eu diria... ilustrativo, informo que os pais da Amélie, podem ser encontrados para queixas no Site Bem Resolvida, nas colunas "Cinema Pé e Mão" by Déa e "Bem Resolvido", by Allan, além é claro, dos lugares já conhecidos, Life's so short, move on! (este blog aqui mesmo..) e Carpe Diem (à propósito, já perceberam como, no fundo, no fundo, Life´s so short, move on! e Carpe Diem tem a mesma ânsia de viver?).

Muitos beijos... meus, da Déa e linguadas molhadas da Amélie

28. Amélie Poulain

NASCEU!!!!!! Depois de várias tentativas frustadas, finalmente nasceu Amélie. Ela chegou em casa como sendo do sexo "masculino". Já tinha até nome de homem, quando o médico dela (Adriano) chegou, examinou e deu a notícia de que era menina! Pense na minha alegria! Era tudo o que eu queria. Pense na quantidade de laços que eu vou colocar nela!!! Fora os vestidos e unhas pintadas!!!!

A guarda é compartilhada e eu vou deixar Allan acreditar que ele é quem manda nela. Tudo para fazer ele feliz!


Bem vinda Miss Amélie Poulain, a essa loucura que chamamos de vida!

PS - Tio Mauro, Tio Léo, Tio Igor, Tio Jonh Gal e Doctor Adriano já vieram dar as boas vindas a ela. Estamos esperando você também.


27. Bem resolvida

Posso até não ser tão bem resolvida quanto eu gostaria de ser, mas estou dando a minha contribuição ao site "Bem resolvida" que acabou de ir para o ar. Está quentinho, quentinho. Direto do forno para seu PC. Bom, as colunas ainda não estão nao ar, o que é legal porque cria um certo suspense: se o site já está tão bom, como será que vai ficar quando as colunas estiverem no ar também?

A editora chefe é figurinha super descolada. Patrícia Rabelo (ou Pati...) é também colunista do Jornal "O Povo" e do "Update or die" Já viu que ela não é de brincadeira, não é?

E o site, que está maravilhoso, em minha opinião, em breve ficará perfeito: contará com alguns textos de Djaman e de Allan. Allan, na realidade, será colunista também, ficando com a responsabilidade de escrever sobre o universo feminino mas sob a ótica masculina. Bom, eu já li alguns textos e aviso: VOCÊS VÃO SE DELICIAR!


PS - Pati é a única Patrícia que faz jus a exceção: não é "tinha" nem "puta"



26. Volta as aulas

Tudo de novo. Instala-se a velha rotina. Talvez com um pouco mais de comprometimento, já que a professora da nova matéria nos estimula à pesquisa, embora a matéria em si seja um pouco enfadonha. Mas essa volta às aulas (apesar do susto do assalto no primeiro dia de aula... Coisas do Brasil...) está até me ajudando um pouco na minha vontade de mudar de hábitos. Até pensei em voltar a fazer concursos (influência do meu "soulmate", reconheço!) Sabe de uma coisa? Estudar é tão bom...

PS - Não posso deixar de registrar dois fatos:
1 - Aos amigos de Salvador, NUNCA brinquem de mímica com Leo. Ele é muito violento.
2 - AMEI conhecer Caio no findi. Pense em uma pessoa lenta! Caio me supera!

25. More than words

As vezes não são as palavras, mas a forma de dizê-las. Ontem, quando eu estava meio triste, uma voz, do outro lado do telefone nem chegou a dizer muita coisa, mas o nervosismo, e o palavrão (que ele não diria NUNCA!) revelaram a preocupação e a inquietação de saber que eu não estava bem. Bom, pode até não ser amor, mas, para mim, é sim.

Obrigado a todos os meus amigos. Aqueles que falam, aqueles que agem, aqueles que choram. Aqueles que, simplesmente existem.