Vampiros


Vampiro são seres sobrenaturais, que habitam o nosso consciente. Quem não gostaria de conhecer e até mesmo se envolver com vampiros? Mas estava pensando um pouco sobre os vampiros da ficção. Por que atualmente TODOS eles precisam ser adolescentes?  Na saga Crepúsculo, por exemplo, Edward tem 17 anos... Por que ninguém escreve (isso porque eu não gosto do filme, só gosto dos livros) sobre o pai dele, o médico Carlisle? Esse sim deve ter uma história pra lá de interessante... Ah! E esse negócio de brilhar no sol ficou muito gay...

Gosto muito também de True Blood, mas vamos combinar que o início e o fim de cada episódio são fantásticos, mas o meio sempre me dá vontade de dormir. Ok, neste caso os vampirinhos são um pouco mais velhos. Mas a Sookie além de puta é meio retardada mental... O  Bill é feio (como assim um vampiro feio????) e só se salva mesmo o Eric que além de gostoso tem uma essência "vampiresca". Gosto muito quando eles choram sangue. Maravilha!

Mas o meu mais recente vício tem como ponto negativo os fato de serem todos os vampiros adolescentes. Isso cansa! Mas a série é muito boa: The Vampire Diaries. Viciei... Ainda estou na primeira temporada, mas, diferentemente de True Blood, o episódio todo é  muito empolgante. Isso significa que termina e parece que só se passaram 5 minutos, enquanto que True Blood eu sempre acabava dormindo no meio e tinha que voltar para ver o que havia perdido. 

Mas nem tudo são flores no The Vampire Diaries. Um dos protagonistas se chama Stefan e se parece fisicamente com o o ator que interpreta o Edward nos cinemas, o que é uma pena porque só faz o outro irmão (Damon) parecer mais e mais gostoso. Todo vez que vejo o Damon (claramente mais gostoso que o irmão), primeiro me vem a mente Lost, onde ele participou nas primeiras duas temporadas... Mas acho que isso vai passar... Aliás, basta ficar olhando para aqueles olhos que você esquece tudo....(Ok, ok, loro, teus olhos também são assim, mas você não é vampiro!)

AH! Isso sem contar que em nenhum dos casos acima existe uma mulher vampira como protagonista... O único caso foi de uma série que acho que se chamava "The House of the Night" e que eu achei um saco...

Até o mundo vampirísco é machista. Que saco!

Feriado, praia & outras cositas mas


O feriadão foi algo assim, tipo perfeito. Estou morta, mas feliz. In a nutshel, conheci uma casa perfeita de um artista plástico, lá no Santo Antônio. Três andares de puro charme. Encantadora e apaixonante. De quebra, fiquei amiga de dois dos moradores.

Tivemos ainda um concerto de harpa, que eu não sabia que iria me encantar tanto. Fiquei apaixonada. Totalmente embevecida. (Claro que rolou "O Indignado" de novo. É básico!)

Rolou ainda muita, muita praia mesmo. Praia como eu há muito não ia. Uma das praias escolhidas foi a Praia do Diogo, no litoral norte de Salvador. Que delicia! Um filial do Paraíso aqui na Bahia. Olhos verdes que me olhavam fixamente me davam a certeza de que aquela paz poderia durar por muito tempo.

Tá, no final sempre tem que ter uma baixariazinha para marcar... Fui trancada no banheiro... Mas, após algum tempo, fui resgatada... Mas essa ainda vai ter troco... Me aguarde...

Muita macarronada. Muito sorvete. Muita pititinga. Muita cocada. Muito acarajé. Muito beiju. Pouca cerveja (e deixando Binho bem orgulhoso. kkkkkkk)

Obrigada aos meus novos amigos, que fizeram uma grande festa junto com os meus amigos de sempre. 

Obrigada ao meu loro. Basta seu sorriso e tudo fica bem. Te amo. (E, no final das contas, Salvador foi bem melhor do que Sampa... Sem nenhuma dúvida.)

Nem tudo é perfeito


Sinto um distúrbio na força. Paramos para comer um acarajé em Cira e o meu loro (que é doente por doces) resolveu comprar cocada. Minha memória foi remetida imediatamente a Little Hole, e a Allan que comprava sempre essas cocadas. Meus olhos encheram de lágrimas. Lembrar dele ainda doi. 




Terra linda da porra!


Garoto, eu vou pra Califórnia


Não, eu não vou pra Califórnia. Pelo menos não agora... Mas eu vou um dia... Dando um tempo no vício intoxicante que é House, resolvi dar uma vasculhada na net em busca de nada específico, e me bati com a notícia que em 2012 eles pretendem refilmar Menino do Rio. Milhões de lembranças vieram a cabeça, porém a mais forte foi Guto Graça Mello cantando "De repente, Califórnia" (muito melhor, é bom frisar, do que Lulu Santos).

Eu nunca surfei, ou tive vontade de praticar surf, mas, não me pergunte o motivo, fiquei com uma vontade louca de conhecer a Califórnia... Eu acabei de comprar minha passagem para um mês incrível de férias em locais incríveis, com pessoas incríveis, entretanto estou aqui pensando em ir para a Califónia. Que urgência de viver é essa que de quando em quando aparece? Não consigo ir devagar... Sempre querendo viver logo. A ansiedade de não poder fazer nesse exato momento os sonhos. 

Post totalmente nonsense. Tão nonsense quanto querer ir pra Califórnia, quando se está indo pra Paris...

Mas eu vou pra Califórnia. Eu vou!