144.True Blood

Eu e minha compulsão por séries... Estou encarando já o nome episódio de True Blood. Na verdade, só estou fazendo isso porque alguém cuja opinião eu respeito, me disse para insistir na série, mas é uma chatice. Na verdade, os últimos dez segundo de cada capítulo são bons, e te faz querer saber o desfecho daquilo, mas o que está entre os dez primeiro segundos e os 10 últimos de cada capítulo é absolutamente CHATO!

Sem muita análise, apenas uma visão geral: quem aguenta aquela voz insuportável da Tara? E qual é mesmo a história que sustenta a série? A tal Sookie, em um dos primeiro episódios (senão o primeiro mesmo) aparece vestida como uma prostituta e depois se diz virgem.... E aquele irmão dela? Tá, é gostoso, mas quem aguenta aquelas cenas dele que em nada influenciam na trama?

True Blood está se saindo, para mim, como um "Crepúsculo" para o mundo adulto. Daí eu tiraria duas conclusões: ou o mundo adulto é extremamente chato ou a série é um porre mesmo...

E viva Edward Cullen e Bella!

2 comments:

Coringa disse...

Sookie é um saco! Mas há coisas muito boas na série. A começar pela premissa. Sem clichês ou que tais, vampiros existem e ponto. Perfeito!

Vinicius disse...

Eu gosto de séries, mas ainda vivo a adolescência das comédias de situação.

Fantasias com vampiros e monstros não me agradam tanto, embora eu gostasse de supernatural.

Ademais, Ghost Whisperer e Medium são fantásticas.