Voando para Vancouver

Destino: Vancouver (British Columbia, Canadá)
Motivo: Trabalho

 Algumas considerações sobre o Canadá. Eu já disse aqui anteriormente que o Canadá (ou pelo menos Vancouver) é picolé de chuchu (não tem gosto de absolutamente nada), mas para você que é teimoso e quer ir mesmo assim, algumas coisas sobre Vancouver.

Eu moro em Salvador, e não tem vôo direto para Vancouver nem para nenhuma outra parte do Canadá. Se você tiver um visto dos Estados Unidos, pode tentar uma passagem aérea via EUA. Mesmo que seja só uma escala, você precisará ter um visto válido para os EUA. Se você não tiver, o jeito é ir para São Paulo e pegar um vôo da Air Canada para Toronto. Interessante que o avião que faz o trecho Guarulhos / Toronto é um Boing 767-300; já o trecho Toronto / Vancouver é feito por um Boing 777-300 ou Airbus A320. Estes dois últimos são infinitamente mais confortáveis do que o primeiro, que é o que faz o maior trecho. Não, não me perguntem o motivo, mas você passa cerca de 10 horas naquela latinha de sardinhas... Todo apertadinho (a menos que vá de executiva... mas isso é uma outra conversa. Fica para a minha próxima encarnação...) Pelo menos o entretenimento a bordo é bem legal. Os filmes são bem atuais e possui também clássicos que você vai adorar assistir de novo. Desta vez, entre outros, assisti "Meia Noite em Paris" para fazer o vôo passar mais rápido, achando que eu estava indo para Paris.

O catering da Air Canada não é dos melhores. Eu diria que é apenas aceitável. Acho melhor levar algo a mais para ir beliscando. Tive um monstrinho/aluno que pediu e conseguiu ser servido três vezes no jantar e no café da manhã. Não acho que mereça bis, nem mesmo que você esteja com fome. Tive uma queda de pressão que acredito que tenha sido por demorar muito entre uma alimentação e outra. Fica o aviso: leve algo para comer. 

Nos vôos domésticos da Air Canada o catering é pago. E só aceitam cartão de crédito. Com o IOF aqui no Brasil lá no céu (6,38%), não acho legal você estar pagando lanchinho com cartão de crédito, não é? Guenta mais um pouco e deixa pra comer no próximo aeroporto, ou capricha no lanche que você vai levar. Além disto, esses vôos domésticos possuem também filmes a bordo, mas vale lembrar que neste caso você deve utilizar o seu fone de ouvido, ou comprar a bordo. Também só é vendido por cartão de crédito.

A folhinha do Canadá. Nunca soube o nome...

No próximo post falo do que tem para ver e fazer em Vancouver.

0 comments: