Feriado, praia & outras cositas mas


O feriadão foi algo assim, tipo perfeito. Estou morta, mas feliz. In a nutshel, conheci uma casa perfeita de um artista plástico, lá no Santo Antônio. Três andares de puro charme. Encantadora e apaixonante. De quebra, fiquei amiga de dois dos moradores.

Tivemos ainda um concerto de harpa, que eu não sabia que iria me encantar tanto. Fiquei apaixonada. Totalmente embevecida. (Claro que rolou "O Indignado" de novo. É básico!)

Rolou ainda muita, muita praia mesmo. Praia como eu há muito não ia. Uma das praias escolhidas foi a Praia do Diogo, no litoral norte de Salvador. Que delicia! Um filial do Paraíso aqui na Bahia. Olhos verdes que me olhavam fixamente me davam a certeza de que aquela paz poderia durar por muito tempo.

Tá, no final sempre tem que ter uma baixariazinha para marcar... Fui trancada no banheiro... Mas, após algum tempo, fui resgatada... Mas essa ainda vai ter troco... Me aguarde...

Muita macarronada. Muito sorvete. Muita pititinga. Muita cocada. Muito acarajé. Muito beiju. Pouca cerveja (e deixando Binho bem orgulhoso. kkkkkkk)

Obrigada aos meus novos amigos, que fizeram uma grande festa junto com os meus amigos de sempre. 

Obrigada ao meu loro. Basta seu sorriso e tudo fica bem. Te amo. (E, no final das contas, Salvador foi bem melhor do que Sampa... Sem nenhuma dúvida.)

0 comments: