Voar...


Meu amigo Nivando sempre tem razão... Voar é uma sensação que não há como ser descrita... Não há como não se apaixonar... Ontem e hoje fui ver alguns aviões. Apesar de não entender de nenhuma especificação técnica, eu sei sentir. E ver/ouvir/sentir aqueles F15 rompererm a barreira do som em um voo rasante posso dizer que é de tirar o fôlego... É de se peder e sair de lá toda queimada de sol e só notar que tomou sol quando chega em casa, toda dolorida...

Fui a Base Aérea de Salvador que está comemorando 70 anos. Abriram os portões e mostraram uma porção de aviões. Não entendia quase nada, mas estava embevecida.

Hoje foi o dia da esquadrilha da fumaça. O show foi de tirar o fôlego. Como sempre, eles deixam a gente querendo voar. Querendo estar naquele universo tão particular. 

Durante uma hora eu olhava e gritava cada vez que eles apareciam. Por que isso me encanta tanto? Porque esses homens vivem onde eu gostaria de estar... E o sacerdócio deles é o meu delírio. 

Parabéns a todos esses pilotos maravilhosos. E muito, muito obrigada!


0 comments: